Guitarra Clássica


 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??

Ir em baixo 
AutorMensagem
franciscofranco



Mensagens : 32
Data de inscrição : 11/09/2009
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??   Ter Maio 18, 2010 11:54 pm

Boa noite a todos


Gostava de partilhar algo que tenho observado na sequência de alguns concertos de guitarra clássica



Enquanto estudantes, frequentemente somos encorajados (caso geral) a montar obras "grandes", com vários andamentos, com um nível de elaboração e complexidade respeitável e de dificuldade técnica e intelectual "elevada", e se for de compositores "reconhecidos" ... ainda melhor.


Na semana passada assisti no Conservatório nacional de Lisboa ao concerto da guitarrista Gaëlle Solal (na minha opinião, uma óptima instrumentista) e para surpresa do público o programa foi inteiramente dedicado a música brasileira de autores como Villa-lobos, Jobim, Garoto, Baden Powell etc..

Não tirando o mérito a esta música, questiono-me se o interesse do público geral caminha mais para um programa de concerto com inúmeras obras de curta duração em vez do programa académico à volta das célebres sonatas, suites, temas etc


(relembro também o concerto do conceituado Fabio Zanon em Setembro do ano passado em Sernancelhe em que também foi tudo à volta de peças curtas de 3,4 min)



Qual a vossa opinião sobre isto?


cumps
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
gaacr



Guitarra : Antonio Lorca e Yamaha CG 170SA
Mensagens : 4
Data de inscrição : 11/05/2010

MensagemAssunto: Re: Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??   Qua Maio 19, 2010 2:17 am

franciscofranco escreveu:
Boa noite a todos


Gostava de partilhar algo que tenho observado na sequência de alguns concertos de guitarra clássica



Enquanto estudantes, frequentemente somos encorajados (caso geral) a montar obras "grandes", com vários andamentos, com um nível de elaboração e complexidade respeitável e de dificuldade técnica e intelectual "elevada", e se for de compositores "reconhecidos" ... ainda melhor.


Na semana passada assisti no Conservatório nacional de Lisboa ao concerto da guitarrista Gaëlle Solal (na minha opinião, uma óptima instrumentista) e para surpresa do público o programa foi inteiramente dedicado a música brasileira de autores como Villa-lobos, Jobim, Garoto, Baden Powell etc..

Não tirando o mérito a esta música, questiono-me se o interesse do público geral caminha mais para um programa de concerto com inúmeras obras de curta duração em vez do programa académico à volta das célebres sonatas, suites, temas etc


(relembro também o concerto do conceituado Fabio Zanon em Setembro do ano passado em Sernancelhe em que também foi tudo à volta de peças curtas de 3,4 min)



Qual a vossa opinião sobre isto?


cumps

Penso que o caminho será o equilíbrio.

A guitarra é um instrumento que está muito virado para "conhecedores". Normalmente, o público é formado ora por estudantes, ora por guitarristas amadores. Anda sempre tudo à volta das tais obras "com vários andamentos, com um nível de elaboração e complexidade respeitável e de dificuldade técnica e intelectual elevada", tal como foi referido.

Creio que é preciso quebrar um pouco esse paradigma, para poder atrair mais público. Pois nem só de conhecedores e intelectuais se faz uma plateia e parece-me que introduzir compositores latino-americanos, vem dar uma lufada de ar fresco ao público em geral. É fácil gostar-se de Villa-lobos, de Mangoré, Morel, etc...as suas melodias são bonitas e até as suas peças mais académicas são bem aceites por quem não esteja no meio.... salvo raras excepções (ex: Brower não é fácil de engolir pra toda a gente... entre outros!)

Aliás, não vamos mais longe, o último CD do David Russel é exactamente de compositores latino-americanos, peças que em média rondam o minuto e meio, a 2 minutos.
Não vejo isso como sendo um ponto negativo nos concertos de guitarra. Acho que acima de tudo, os próprios guitarristas estão a querer mostrar algo diferente ao público, algo mais descontraído.

No entanto, como disse anteriormente, pessoalmente prefiro um alinhamento equilibrado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Júlio Guerreiro

avatar

Guitarra : Paco Marín
Mensagens : 25
Data de inscrição : 25/10/2009
Idade : 42
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Sobre programas   Qui Maio 20, 2010 7:50 am

Cumprimentos,

Não nos esqueçamos que além da vontade de agradar a um público leigo existe tembém a questão pessoal de cada um dos guitarristas e estes que foram mencioonados já fizeram e fazem o repertório dito complexo e com formas extensas há muitos anos, estão saturados!
Mudar impõe-se !

Minha opinião?
Somos nós -intérpretes- os educadores. O público especializado quer as obras icónicas, o público geral se lhes damos a escolher o que querem ouvir CLARO que escolherão algo que não lhes exija nada, ou muito pouco.
É na consciência de cada músico que deve residir a linha de orientação para a escolha de um programa, se possível- e sabendo que não é possível- tentando agradar a gregos e troianos. Mas o mais importante é que seja um programa com o qual o músico se sinta satisfeito e com vontade de o realizar. O resto vem atrás!


Adeus,

Júlio Guerreiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.mic.pt
christian schwengeler

avatar

Guitarra : Christian Schwengeler Lisboa
Mensagens : 27
Data de inscrição : 15/12/2009

MensagemAssunto: Re: Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??   Qui Maio 20, 2010 2:05 pm

Olá a todos,

acho um tema interessantissimo e muito importante. Eu proprio já apanhei bastantes secas assistindo a concertos em que parecia que estava mais em primeiro plano, da parte do guitarrista, de querer provar que é muito bom porque toca coisas muito difíceis - mas no meio disto não consegiu fazer realmente música. A guitarra tem actualmente uma componente desportiva que não ajuda a promover o Instrumento. Depende sempre se o guitarista realmente é capaz de ser algo mais do que um robot habilidoso que faz coisas espantosas. Mesmo assim vejo que há bastantes obras modernas que depois de se conhecer conseguimos apreciar perfeitamente. Moro ao pé do Museu República e Resistência em Lisboa que organiza muitos ciclos de conferências sobre os mais diverso temas e o director já me pediu várias vezes de organizar um cíclo de guitarra. Seria uma oportunidade óptima de fazer alguma coisa para a divulgação do Instrumento. O Museu tem um público bastante fiel e em média assistam a cada sessão cerca de 30 espectadores. Se acham que há posibilidade de organizar algo estou disposto a ajudar.

cumprimentos a todos

Christian


Última edição por christian schwengeler em Qui Maio 20, 2010 9:10 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://segredodaguitarra.blogspot.com
Júlio Guerreiro

avatar

Guitarra : Paco Marín
Mensagens : 25
Data de inscrição : 25/10/2009
Idade : 42
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Ciclo de guitarra   Qui Maio 20, 2010 2:23 pm

christian schwengeler escreveu:
Olá a todos,

acho um tema interessantissimo e muito importante. Eu proprio já apanhei bastantes secas assistindo a concertos em que parecia que estava mais em primeiro plano, da parte do guitarrista, de querer provar que é muito bom porque toca coisas muito difíceis - mas no meio disto não consegiu fazer realmente música. A guitarra tem actualmente uma componente desportiva que não ajuda a promover o Instrumento. Depende sempre se o guitarister realmente é capaz de ser algo mais do que um robot habilidoso que faz coisas espantosas. Mesmo assim vejo que há bastantes obras modernas que depois de se conhecer conseguimos apreciar perfeitamente. Moro ao pé do Museu República e Resistência em Lisboa que organiza muitos ciclos de conferências sobre os mais diverso temas e o director já me pediu várias vezes de organizar um cíclo de guitarra. Seria uma oportunidade óptima de fazer alguma coisa para a divulgação do Instrumento. O Museu tem um público bastante fiel e em média assistam a cada sessão cerca de 30 espectadores. Se acham que há posibilidade de organizar algo estou disposto a ajudar.

cumprimentos a todos

Christian

Cumprimentos,

Sem dúvida que seria interessante realizar recitais (temáticos ou não) nesse Museu. Eu estou interessado, mas neste momento preparo uma viagem, podemos voltar a falar no domingo?

Cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.mic.pt
christian schwengeler

avatar

Guitarra : Christian Schwengeler Lisboa
Mensagens : 27
Data de inscrição : 15/12/2009

MensagemAssunto: Re: Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??   Qui Maio 20, 2010 9:09 pm

Olá Júlio,

não há pressa - podemos falar no domingo ou quando quiseres - o assunto já está em stand by há 2 anos. Agradeço também o teu retorno relativo ao meu comentário sobre o concerto da Gaelle. Eu gostei muito da parte humana - digamos ela consegiu estar em palco aparentemente completamente descontraido - como se estivesse em casa. Acho que esta parte psicologica é muito importante embora seja uma coisa que nem todos conseguem. Jjá tinha ouvido várias guitarras do Friederich ao vivo e nunca fiquei muito apanhado - mas desta vez realmento foi um exemplar de peso.

cumprimentos

Christian
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://segredodaguitarra.blogspot.com
franciscofranco



Mensagens : 32
Data de inscrição : 11/09/2009
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??   Qui Maio 20, 2010 11:52 pm

Caro Christian

Sugiro que abra um novo tópico sobre esse ciclo de guitarra para que seja mais facilmente acedido e porque merece esse destaque.


abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
christian schwengeler

avatar

Guitarra : Christian Schwengeler Lisboa
Mensagens : 27
Data de inscrição : 15/12/2009

MensagemAssunto: Re: Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??   Sex Maio 21, 2010 8:59 am

franciscofranco escreveu:
Caro Christian

Sugiro que abra um novo tópico sobre esse ciclo de guitarra para que seja mais facilmente acedido e porque merece esse destaque.


abraço

Olá Francisco,

Acho boa ideia e pode ser que surgem mais guitarristas para colaborar - quem sabe.

um abraço

Christian
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://segredodaguitarra.blogspot.com
Assislau

avatar

Guitarra : Alkis
Mensagens : 2
Data de inscrição : 05/09/2011
Idade : 25
Localização : Évora

MensagemAssunto: Re: Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??   Qua Set 07, 2011 2:22 pm

Assunto interessante!

Mas agora a questão é a seguinte: Esses guitarristas que falas já têm provas dadas no mundo da guitarra clássica. Um jovem concertista que ainda não é muito conhecido e ainda está no início da sua "eventual" carreira, será que não será discriminado e/ou criticado por apresentar esse tipo de reportório em concursos e/ou concertos?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
christian schwengeler

avatar

Guitarra : Christian Schwengeler Lisboa
Mensagens : 27
Data de inscrição : 15/12/2009

MensagemAssunto: Re: Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??   Sab Set 10, 2011 10:40 am

Olá,

não desanimes, somos uns chatos. É sempre bom ver membros que ainda postam qualquer coisa. Acho que os repertórios muito abstractos necessitam também um público que é capaz de apreciar realmente este tipo de música senão as vezes acaba por ser pessimo publicidade para o nosso instrumento e os espectadores pensam que não os apanhem noutro concerto assim, já apanhei bastantes secas e não é fácil transmitir este tipo de música para o público com successo.

um abraço

christian
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://segredodaguitarra.blogspot.com
Assislau

avatar

Guitarra : Alkis
Mensagens : 2
Data de inscrição : 05/09/2011
Idade : 25
Localização : Évora

MensagemAssunto: Re: Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??   Qui Set 15, 2011 9:09 pm

christian schwengeler escreveu:
Olá,

não desanimes, somos uns chatos. É sempre bom ver membros que ainda postam qualquer coisa. Acho que os repertórios muito abstractos necessitam também um público que é capaz de apreciar realmente este tipo de música senão as vezes acaba por ser pessimo publicidade para o nosso instrumento e os espectadores pensam que não os apanhem noutro concerto assim, já apanhei bastantes secas e não é fácil transmitir este tipo de música para o público com successo.

um abraço

christian

Acho que me entedeu mal. Referia-me ao reportório enumerado no 1º post: Jobim, Garoto, Baden Powell.

Questiono-me se um jovem guitarrista no início da sua carreira não será criticado por apresentar esse tipo de programa num recital/concurso? Obviamente que quando o guitarrista já tem provas dadas pode fazer o que bem entender (salvo seja!), mas quando se está no início de carreira, permite-se "originalidade" por parte do intérprete?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Mudança de Paradigmas em relação a programas de concerto??
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Música e Matemática - A relação harmoniosa entre sons e números
» Metrônomo - música com mudanças no bpm
» Discutindo a relação
» Baixos de boa relação custo/benefício
» Pedidos de Mudança de Nome & Avatar

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Guitarra Clássica :: Repertório :: Repertório-
Ir para: